O que é Portaria Remota e seus benefícios.

A portaria remota, ou virtual, é hoje uma grande aliada da segurança de prédios e condomínios, além de colaborar na redução de custos dos mesmos. Mas como é uma tecnologia ainda recente, muitas pessoas ainda têm várias dúvidas com relação ao seu funcionamento.

Resumidamente, a portaria remota é uma tecnica de permitir executar as funções de um porteiro à distância, isto é, a partir de uma central de atendimento, sem precisar ter um porteiro real na portaria do prédio. O porteiro à distância pode executar as mesmas funções de um porteiro no prédio. Mas como ele pode atender vários condomínios, é obtida uma redução do custo operacional. Claro que para isso, são necessários vários equipamentos eletrônicos que permitem fazer o atendimento à distância. 

Mas muita gente ainda fica sem saber como realmente funcionam esses sistemas e se eles realmente são mais seguros e econômicos do que porteiros convencionais. Se você é uma dessas pessoas que querem saber mais a fundo como uma portaria remota funciona, então é só continuar lendo. Você vai descobrir tudo já, já!

Como funciona o sistema de portaria remota tradicional ?

O fluxo de entrada e saída de moradores, visitantes e entregas dentro do seu condomínio ou prédio é feito através de um gerenciamento à distância. Como? Com alta tecnologia, link dedicado de internet, sofisticado sistema de comunicação via voip e muito mais.

A portaria remota monitora tão bem quanto um porteiro presencial. Isso é feito através de câmeras e as imagens são enviadas para uma central de monitoramento. De lá, profissionais especializados em monitoramento acompanham a movimentação de entrada e saída do condomínio através das câmeras instaladas.

Na portaria remota tradicional, todas as entradas e saídas de um visitante só são autorizadas remotamente. O porteiro remoto entra em contato com o morador, e depois de autorizado deixa o visitante entrar.

Já para os moradores, o acesso é facilitado pelo uso de dispositivos de controle de acesso, como tags, biometria que permitem a entrada fácil como se fosse uma chave digital.

Porém o que acontece se o condomínio ficar sem internet ? Tanto a comunicação por vóz quanto a visualização das imagens e os comandos de abertura deixam de funcionar. Depois vamos explicar o que muda no HomeWeb para evitar isso.

Quais são os equipamentos necessários?

Os equipamentos necessários para o funcionamento de uma portaria virtual variam muito de sistemas para sistemas. Alguns já são mais conhecidos que outros, mas todos garantem mais segurança e precisão no serviço prestado. Veja alguns deles:

Sistema de controle de acesso

São sistemas especializados em identificar um morador e autorizar sua entrada eletronicamente. Tipicamente são utilizados leitores de tag, biometria, leitores de tag veicular, reconhecimento facial, tags ativos, controle remotos por RF e outras formas eletrônicas de identificar um morador por um dispositivo eletrônico. Então apenas pessoas autorizadas e cadastradas no sistema de controle de acesso conseguem entrar no condomínio. Um exemplo bem comum são os controles remotos usados para abrir o portão de veículos. Geralmente para pedestres são utilizados os dedos (biometria) e ou tags de RFID para acionar a abertura de portas, mas em alguns casos os sistemas de cartão também são usados. Existem vários modelos e fabricantes diferentes que variam muito em custo e segurança. A maior preocupação é com o recurso anti-clonagem para evitar fraudes e aberturas indevidas.

Rede e Internet

Para permitir uma boa visualização das câmeras e realizar os comandos à distância é preciso ter uma boa rede de internet, com redundância, e alta taxa de confiabilidade. Quando maior a dependência da internet mais caro são os sistemas e mais sofisticados os equipamentos.

Câmeras de vigilância

Mais conhecidas, as câmeras são as maiores aliadas nos sistemas de portaria remota. São elas que transmitem as imagens e até mesmo sons para as centrais, monitorando tudo não só em prédios e condomínios fechados, como também em centros comerciais.

Algumas podem ser usadas tanto em áreas internas quanto externas, em posições estratégicas. Outras possuem até mesmo visão noturna, microfones embutidos, wi-fi integrado e boa resistência para condições mais adversas, como chuvas ou ventos.

Portas e portões eletrônicos.

Para permitir um acionamento à distância, tanto os portões quanto as portas precisam ser abertos de maneira eletrônica. Normalmente os acessos de veículos são com portões motorizados e com proteção anti-esmagamento. Os acessos de pedestres também tendem a ser com portas motorizadas no caso de portaria remota. Já quando existe o porteiro presente, normalmente os condomíniois não instalam portas motorizadas. Então este é um ponto que normamente exige mais investimento na instalação de uma portaria remota. 

A portaria remota é mais econômica?

Sem dúvidas, pois ela permite reduzir o número de funcionários do condomínio. Tipicamente uma portaria 24h para funcionar bem tem 3 porteiros e um folguista. Então são 4 funcionários. E isto representa muitas vezes a maior parte das despesas de um condomínio.  A portaria remota tem um investimento até um pouco alto de início, mas que fará uma grande economia em logo prazo. Na prática, esta redução varia de 30% a 60% do valor do condomínio.

Ao terceirizar o trabalho da portaria, o condomínio fica menos exposto à riscos de ações trabalhistas e não acumula um passivo da multa de rescisão de contrato de trabalho. Isso chega a ser um pesadelo para condomínios que tem funcionários muito antigos e cuja multa rescisória é altíssima.

A segurança é garantida com a portaria remota?

A portaria remota consegue ser bastante segura se for um sistema de qualidade. Afinal, são sistemas de câmeras de boa resolução que funcionam como olhos que nunca piscam ou saem para tomar um cafezinho.

Além disso, como não existe uma pessoa presente na portaria que pode ser rendida, a operação em si se torna muito mais segura.

Outro aspecto importante é que as portas são monitoradas por sensores e todos os eventos de entrada ou saída são registrados no nossos servidores. Isso ajuda muito a investigar os eventos e quem fez a liberação de acesso. Nada passa desapercebido.

Um dado favorável à portaria remota é revelado por uma pesquisa publicada revista Exame aponta que cerca de 70% dos porteiros adormecem no turno da noite. A Portaria Remota elimina esse problema porque é feita por profissionais que são monitorados constantemente.

Com essa tecnologia os moradores podem se sentir mais seguros, já que estão protegidos durante 24 horas, sem cessar. Se a energia elétrica acabar, o sistema conta também com geradores, que garantem a continuação do seu funcionamento.

A tecnologia tem sido cada vez mais positiva para a melhoria da qualidade de vida e segurança das pessoas. A portaria remota é um ótimo exemplo disso e tem conquistado o gosto de vários condomínios e prédios no Brasil.

Conheça a solução de portaria remota inteligente HomeWeb e quais as diferenças para uma portaria remota tradicional.

 

 


Imprimir